Capa » Cinema » Ação » Resgate (Extraction) | Crítica SEM SPOILERS
Resgate (Extraction) | Crítica SEM SPOILERS

Resgate (Extraction) | Crítica SEM SPOILERS

A nova estreia da Netflix está dando o que falar, não só pelas cenas de ação empolgantes e bem executadas, mas também pelos nomes de peso que a compõem. Resgate (Extraction), coloca Chris Hemsworth no papel de destaque, enquanto os irmãos Russo comandam a produção do longa.

Tyler Rake (Chris Hemsworth) é um mercenário que aceita o trabalho quase impossível de resgatar Ovi Mahajan (Rudhraksh Jaiswal), o filho de um traficante indiano que foi sequestrado por um rival de seu pai. Mas para que a missão seja bem-sucedida, Tyler e o garoto precisarão fugir da cidade de Daca enfrentando um verdadeiro exército de criminosos e autoridades corruptas.

resgate netflix extraction

A premissa é simples e nem um pouco original, porém o que vem chamando a atenção para o filme são as cenas de ação de tirar o fôlego, audaciosas e ao mesmo tempo críveis. A parceria entre os irmãos Russo e Hemsworth já é conhecida graças a Vingadores: Guerra Infinita e Ultimato, megaproduções da Marvel. Contudo a ação de Resgate está mais próxima da franquia John Wick, que também é mais “pé no chão”, sem abusar de efeitos especiais e piruetas mirabolantes.

A cena que merece destaque, sem dúvidas, é o plano-sequência de 11 minutos que envolve perseguições de carro, tiroteios, explosões e muita pancadaria, tudo isso sem cortes. Cenas desse tipo, onde apenas uma câmera acompanha todo o desenrolar da ação têm um impacto enorme sobre o espectador, já que elas nos deixam vidrados sem desviar os olhos por um instante. Algo semelhante pode ser visto no quarto episódio da terceira temporada de Demolidor, quando Matt Murdock luta contra vários presos para escapar de uma penitenciária.

Resgate Netflix gif plano sequência

Considerando o gênero da produção, a profundidade do protagonista é suficiente apenas para tornar suas decisões convincentes dentro da trama. Em uma passagem na casa de Gaspar (David Harbour, de Stranger Things), ficamos sabendo superficialmente do drama familiar que faz com que Tyler sempre se comporte como se não tivesse medo de morrer. Por outro lado, a brutalidade e frieza do personagem apresentam um novo olhar sobre a atuação de Chris Hemsworth, fugindo do estilo cômico de Thor ou de outros papeis que já tenha desempenhado.

Resgate Netflix Chris Hemsworth

Assim, Resgate é um filme que cumpre o que promete, sem maiores pretensões. O desfecho coerente com o desenvolvimento dá margem para interpretações diferentes, sem indicativos de que haverá uma sequência, mas sem descartar a possibilidade de que voltemos a ver a parceria entre os irmãos Russo e Hemsworth fora do universo dos super-heróis.

Ficha técnica:

  • Data de lançamento: 24 de abril de 2020
  • Duração: 1h57min
  • Gênero: ação
  • Direção: Sam Hargrave
  • Roteiro: Joe Russo
  • Produção: Joe Russo, Anthony Russo, Mike Larocca
  • Elenco: Chris Hemsworth (Tyler Rake), Rudhraksh Jaiswal (Ovi Mahajan), David Harbour (Gaspar), Golshifteh Fahani (Nik Khan), Randeep Hooda (Saju), entre outros.

Trailer:

Conteúdo relacionado:

Sobre Mozer Dias

Mozer Dias
Engenheiro civil, resenhista e podcaster. Sou apaixonado pela exatidão dos números e pela subjetividade das palavras. Penso que qualquer pessoa pode se aventurar por esses dois mundos, até porque foram as palavras que me apresentaram aos números e daí nasceu essa relação singular. O primeiro livro que li foi “O Homem que Calculava”, do autor Malba Tahan, que narra história de Beremiz Samir, um árabe com um dom inacreditável para a matemática e uma sabedoria que transcendia a mera racionalidade fria e impessoal. Sendo assim, é esse equilíbrio que busco para minha própria vida: fazer poesia com números e letras, mantendo sempre o coração aberto para a subjetividade que há nas entrelinhas e extrair disso o melhor que eu puder.