Resenha | Caçadores de Tesouros

Resenha | Caçadores de Tesouros

Mistério e diversão. Essas são apenas uma das formas de definir Caçadores de Tesouros, a nova série de livros do autor best-seller #1 James Patterson, famoso por criar histórias para adultos e jovens adultos como os romances da série de sucesso Bruxos e Bruxas. Escrito em parceria com o escritor Chris Grabenstein e com ilustrações de Juliana Neufeld, o livro é mais um lançamento do selo #Irado da Editora Novo Conceito. A história começa quando o famoso caçador de tesouros Dr. Kidd e seus quatro filhos Bick, Beck, Tommy e Tempestade navegam à procura da Sra. Kidd, que desapareceu numa expedição na ilha de Chipre após o barco O Perdido ter chacoalhado durante uma violenta tempestade. No entanto, a mesma fatalidade ocorre com o pai das crianças. Será que ele está morto? Desapareceu? E o que fazer agora?

A partir daí, esse ousado quarteto de crianças decide continuar as investigações iniciadas pelo pai assim como suas expedições em busca dos mais variados tesouros. Nesse sentido, é interessante notar como a ausência de um adulto responsável traz a tona um certo amadurecimento por parte de cada uma dessas crianças. Por exemplo, cada uma tem um comportamento diferente diante de situações adversas, o que também possibilita um certo aprendizado por conta das diferenças entre elas. O mais curioso é que toda narrativa é contada pelo ponto de vista de Bick, irmão gêmeo de Beck. Obviamente, você pensa que se trata de uma história contada a partir de um de ponto de vista único. No entanto, isso não impede que conheçamos bem a personalidade de cada um assim como seu desenvolvimento ao longo da trama.

Beck e Tempestade, as meninas do grupo, são basicamente o cérebro do grupo. As duas surpreendem com um grande conhecimento sobre artes, leis e história universal além de terem posições bem maduras sobre os acontecimentos. Já Bick e Tommy garantem bons momentos de humor e diversão tornando a leitura mais leve e divertida.

Tudo isso ganha vida no traço da premiada ilustradora Juliana Neufeld, cujos desenhos podem ser encontrados em livros e capas de CDs também. É incontestável o fato que seus desenhos deixam a leitura mais prazerosa além de tornar a narrativa mais leve e dinâmica também. Destaque para algumas surpresinhas escondidas que só mesmos os olhares mais atentos perceberão em algumas páginas muito inspiradas. Em outras palavras, se procura uma leitura leve, descontraída e de qualidade para crianças certamente encontrará nesse livro uma opção confiável.

Adicionar este livro à sua estante!

caçadores e tesouros

Sobre Marcus Alencar

Apresentador do Leituracast, Jornalista, blogueiro e um homem de diversas paixões. Amo quadrinhos, cinema e literatura, mas não necessariamente nessa ordem. Acima de tudo, amo a forma como esses meios de comunicação conseguem produzir obras capazes de nos tirar do lugar-comum e propiciar a reflexão. No caso dos livros, destaco toda a saga de Percy Jackson nas séries de livros do escritor Rick Riordan. Não sei se foi à identificação quase que imediata com o personagem central ou fato de sempre me interessar por mitologia grega, mas o importante é que esses livros despertaram de forma mágica meu interesse pela leitura assim como outras grandes obras já fizeram o mesmo comigo em outros períodos e de formas diferentes. Enfim, ler pra mim é uma viagem especial e mágica que sempre farei com muito prazer em qualquer época da minha vida

Nossos Parceiros