Leituracast 1: Capítulo Um

Leituracast 1: Capítulo Um

Para ouvir o Capítulo Um do Leituracast, você pode fazer o download (clique com o botão direito do mouse na palavra download e escolha a opção salvar link como) ou clicar no player abaixo:

Olá pessoal, está no ar o nosso primeiro podcast. Nessa primeira edição, resolvemos fazer as nossas devidas apresentações e falar sobre como começou nossa relação com a literatura. Neste episódio, os blogueiros Marcus Alencar, e Mozer Dias comentam sobre suas experiências literárias e muito mais. 

Pra todo mundo, sempre vai existir aquele livro marcante que é facilmente lembrado assim como sua primeira experiência com a leitura. Podemos dizer o mesmo sobre aqueles que gostaríamos de esquecer também, não é mesmo? . E você, caro ouvinte-leitor, quais foram seus livros marcantes? Fiquem a vontade para compartilhar suas experiencias conosco nos comentários e nas  redes sociais.
 

Livros citados:

– O Homem que Calculava, de Malba Tahan

– Série Percy Jackson e os Olimpianos de Rick Riordan 

– Ensaio sobre a cegueira de José Saramago

– Jack Reacher, de Lee Child

– Os Três Mosqueteiros, de Alexandre Dumas

– Crepúsculo

Duração: 31 minutos 

 Siga o Leituraverso no Twitter, Facebook e no Instagram

Sugestões, dúvidas e criticas

Envie e-mails para: contato@leituraverso.com.br

 
Reproduzir

Sobre Equipe Leituracast

  • Pingback: Leituracast 10: Ano UM - Leituraverso()

  • Fala, Marcus e Mozer! Excelente começo amigos, cheios de recomendações!
    Assim como muitas das crianças da minha época, espero que das outras também, comecei a aprender a ler com os quadrinhos da Turma da Mônica, mas o início da germinação da minha semente da imaginação aconteceu a partir dos livros da Coleção Vagalume.
    A parte mais marcante da minha vida literária foi a Saga Harry Potter, que acompanhei conforme a idade do personagem principal. Crescer junto com o menino Potter, e entender o desenvolvimento para a vida adulta com esses dois pontos de vista (o dele e o meu) só aumentou a minha paixão pelos livros. Além disso, quando já estava mais próximo da idade adulta, fui bastante encantado pela saga do Senhor dos Anéis, que ainda leio algumas vezes, para poder recordar deste mundo especial que é a Terra-Média.

    Hoje em dia, sou um feliz proprietário de um Kindle, e graças a ele posso me teletransportar para outros lugares e tempos, e me livrar um pouco do stress do dia-a-dia.
    Muito obrigado pelo programa, e espero por outros episódios com muitas sugestões! Abraços!

    • Obrigado Marcos, meu (quase) xará, rs, pelo seu comentário. Fico feliz por ter gostado do nosso começo, apesar de alguns problemas no áudio mas a gente vai aprendendo e melhorando com o tempo, não é mesmo?

      Compartilho com você essas leituras iniciais. Lembro com carinho dos livros da série Vagalume e considero que eles foram um pontapé inicial bem interessante na minha época. Aliás, acredito que essa coleção tenha sido responsável por criar uma geração de leitores, assim como Turma da Mônica que, cá entre nós, dispensa apresentações.

      Quando você citou HP, lembrei da época em que os livros estavam chegando no Brasil e em vários lugares, como ônibus, tinham pessoas ai vidrados nas páginas do menino bruxo. Sempre me impressionei com isso, apesar de ainda não ter lido. Falha minha, ehehe, assim como Tolkein.

      Quanto ao Kindle, ainda não me adaptei muito a essa tecnologia, mas nunca é tarde pra isso. Bom, caro colega da podosfera. Muito obrigado pelo seu comentário mais uma vez e seja muito bem-vindo à nossa viagem pelo universo literário.

      Abraço