Equipe

Mozer Dias (@mozerdias)


Engenheiro e blogueiro. Apaixonado pela exatidão dos números e pela subjetividade das palavras. Penso que qualquer pessoa pode se aventurar por esses dois mundos até porque foram as palavras que me apresentaram aos números e daí nasceu essa relação singular. O primeiro livro que li foi “O Homem que Calculava”, do autor Malba Tahan, que narra história de Beremiz Samir, um árabe com um dom inacreditável para a matemática e uma sabedoria que transcendia a mera racionalidade fria e impessoal. Sendo assim, é esse equilíbrio que busco para minha própria vida: fazer poesia com números e letras, ser um profissional da área de exatas, porém manter sempre o coração aberto para a subjetividade que há nas entrelinhas e extrair disso o melhor que eu puder.

Marcus Alencar (@olharreceptor)

Jornalista, blogueiro e um homem de diversas paixões. Amo quadrinhos, cinema e literatura, mas não necessariamente nessa ordem. Acima de tudo, amo a forma como esses meios de comunicação conseguem produzir obras capazes de nos tirar do lugar-comum e propiciar a reflexão. No caso dos livros, destaco toda a saga de Percy Jackson nas séries de livros do escritor Rick Riordan. Não sei se foi à identificação quase que imediata com o personagem central ou fato de sempre me interessar por mitologia grega, mas o importante é que esses livros despertaram de forma mágica meu interesse pela leitura assim como outras grandes obras já fizeram o mesmo comigo em outros períodos e de formas diferentes. Enfim, ler pra mim é uma viagem especial e mágica que sempre farei com muito prazer em qualquer época da minha vida.


Ursula Steffany  (@UrsulaSteffany)

Mecânica de precisão na FATEC são Paulo, professora de japonês na ONG Fênix do colégio Alves cruz. Faixa preta de karate shotokan. Primeiro contato com HQs foi com a turma da Mônica ^^  mas com tempo conheci Homem-Aranha, X-Man, Hell Boy, GEN 13 e me apaixonei por The Darkness e Batman. Nessa mesma época, conheci as HQs japonesas (mangás) que vieram para o Brasil e passei a colecionar DBZ e CDZ. Viciada desde sempre em seriados, me tornei fã de carteirinha de seriados antigos, principalmente Star Trek, a série clássica,  Túnel do tempo, Viagem ao fundo do mar, Perdidos no espaço, Doctor Who, Kung Fu e Batman dos anos 60. Também gosto de filmes trash, SciFi, ação, aventura, animações, Tarantino e de artes marciais que, na minha humilde opinião, não são mais como os de antigamente. Ah, o primeiro livro ´bad ass´ que li foi Musashi, de Eiji Yoshikawa.


Vanessa Barros

vanessaSou psicóloga e cronista. Assino a coluna Sua História Numa Estória, cuja proposta é a escrita de crônicas baseadas em histórias vividas por nossos leitores. As histórias são transformadas em ficção provocando reflexões a partir  do comportamento dos personagens. Quer ver uma história sua no formato de crônica com personagens transformadores? Basta  enviá-la para o e-mail vanessabarros.autora@gmail.com no qual informo maiores detalhes.  Participe! Conte-me sua história!

Página Oficial da série de livros (ou “trilhogia”) Crônicas a Bordo de um Trem Urbano

Coluna Sua História numa Estória

Leituracast 11: Entrevista com a escritora Vanessa Barros

 Rafaela S. Polanczyk (@RafaPolanczyk)

Rafaela S Polanczyk Escritora lança O Imperio Subterraneo, segundo livro de sua trilogia. Foto Andre Fossati 19_11_2015

Rafaela S Polanczyk
Foto: Andre Fossati

Rafaela S. Polanczyk, mineira, é uma autora de fantasia. Inspirada pelos seus livros favoritos: Harry Potter, Percy Jackson, A Bússola de Ouro e Eragon, começou a escrever, aos 13 anos, sua trilogia. O primeiro livro, O Rei Perdido lançado independentemente, saiu em 2014. Em seguida veio O Império Subterrâneo, lançado em 2015. O terceiro ainda está pra ser lançado. Hoje, aos 19 anos, estudo Ciências Biológicas na UFMG, mas vive no mundo da imaginação, no meio de séries e livros.

Página Oficial do Livro “O Rei Perdido”

Canal no Youtube

Blog O Deslumbrande Mundo de Jolebon – Sobre os livros

Novos Autores 1 

Erick Melo (@erick.fuhrer)

Apaixonado por Literatura Fantástica e RPG. Sempre achei interessante a proximidade destes dois elementos, tanto nos meios físicos, de livros palpáveis, quanto no meio virtual através de games e coisas do tipo. Fã de uma boa aventura, drama e suspense, é graças a estes gêneros que moldei minha personalidade. Como diz aquele ditado ” Você é o que você come”, então tenho a concepção de que isso se aplica muito bem na literatura, de modo que podemos dizer que “Você é o que você lê”. Apesar de ser formado Técnico em Multimídia pelo SENAI Artes Gráficas e estudar Análise e Desenvolvimento de Sistemas na UNESA, sempre gostei do “universo pop nerd literário” fugindo um pouco da área de exatas. Afinal, todos merecemos uma pausa para respirar, não é mesmo? Comigo não foi diferente. Encontrei essa “pausa” nos livros, séries, filmes e principalmente games, muita das vezes relacionados a fantasia e sci-fi. Hoje sou um consumidor ávido de todo e qualquer tipo de produto ligado à literatura.

Nossos Parceiros