Capa » Cinema » Ação » De Volta Para o Futuro III (1990) | Crítica COM SPOILERS
De Volta Para o Futuro III (1990) | Crítica COM SPOILERS

De Volta Para o Futuro III (1990) | Crítica COM SPOILERS

Diferente dos outros filmes da franquia, De Volta Para o Futuro III não cativa rapidamente. No entanto, isso não muda o fato de que está anos-luz longe de ser um filme ruim. Assim como um bom vinho, fica melhor com o tempo e os motivos que reforçam essa afirmação são vários. Entre eles, a ousadia do roteiro em focar mais no bom e velho Dr. Brown e de fazer diferentes tipos de homenagens. Um detalhe que torna a experiência mais divertida, principalmente quando entendemos quem e o que está sendo homenageado.

Para entender mais sobre isso, vamos começar pela apresentação da trama. De Volta Para o Futuro III começa exatamente de onde o segundo filme parou com Marty (Michael J. Fox) recebendo uma carta do Dr. Emmett Brown (Christopher Lloyd) que foi levado para o ano de 1885 no acidente com a tempestade de Hill Valey. Na mensagem, ele informa que agora vive em uma pequena cidade do Velho Oeste. Quando Marty descobre que Doc acabará sendo assassinado dias após o envio da carta, ele decide voltar no tempo mais uma vez para salvar seu amigo deste trágico destino.

marty e doc brown em de volta para o futuro III

O primeiro ponto interessante da premissa está na sua simplicidade, isso se fizermos uma comparação com as aventuras anteriores, e em uma espécie de inversão de papeis. Antes, Marty era dono do protagonismo e tudo girava em torno de questões envolvendo sua vida e família. Agora, Doc Brown ganha mais espaço e desenvolvimento. Ciente disso, o roteiro brinca com essa ideia na cena em que a dupla troca de bordão.  Mesmo com essa brincadeira não podemos esquecer que essa foi a despedida da dupla nos cinemas, um fato triste e imutável que nenhum reboot pode ter o direito de alterar em respeito ao público.

doutor brown enfrentando buford tanen

Emoções a parte, vamos ao que realmente interessa: os destaques de De Volta Para o Futuro III. Como se trata de uma aventura no Velho Oeste, nada mais justo do que aproveitar a oportunidade para homenagear produções famosas que se passam nesse cenário. Se você é fã de filmes de faroeste, os famosos westerns, vai gostar da nova identidade secreta de Marty: Clint Eastwood. Inclusive, essa homenagem ao ator conhecido por personagens icônicos de faroestes não é toa. Em seu confronto final contra Buford “Cachorro Louco” Tannen (Thomas F. Wilson), Marty o derrota da mesma forma que o protagonista de Por um Punhado de Dólares (1964). Essa é apenas uma referência, entre várias, do filme que também conta com participações especiais de atores como Pat Buttram, Harry Carey Jr., Dub Taylor e Matt Clark.

Curiosamente, De Volta Para o Futuro III vai além dessas referências e homenageia produções de outros gêneros. Isso é feito de forma inteligente e objetiva, como é o caso de algumas linhas de diálogo de McFly. Enquanto se prepara para o duelo contra Buford ele cita frases de Impacto Fulminante (1983), com Clint Eastwood, e do clássico Taxi Driver (1976) de Martin Scorsese. Isso tudo depois de ter se apresentado para seu antagonista no melhor estilo James Bond.

marty mcfly clint eastwood cena

Ainda sobre o lado referencial do filme, há outro detalhe que também enriquece o roteiro que são as citações das obras de Júlio Verne. Os livros do famoso escritor francês estão entre os temas principais do casal formado por Doc Brown e  Clara Clayton (Mary Steenburgen) que, por sua vez, batizam seus filhos com as iniciais do autor de clássicos como A volta ao mundo em 80 dias. Enquanto estão se conhecendo, o doutor cita acidentalmente um trecho de Da Terra à Lua quando na verdade falava de como seria o mundo no futuro. O clássico 20.000 léguas submarinas e seu protagonista, o Capitão Nemo, também são citados como uma das memórias marcantes dele quando era criança.

doutor brown clara clayton julio verne

Enfim, todas essas observações sobre como o roteiro referenciou obras do cinema e da literatura são apenas um exemplo do porquê De Volta Para o Futuro III é um ótimo encerramento para a franquia. Diferente dos capítulos anteriores este precisa ironicamente de mais tempo para ser apreciado em sua totalidade. Quando isso acontece, a forma como se enxerga o fim da saga de Marty McFly e Doc Brown muda assim como uma folha em branco que aos poucos começa a ser preenchida. 

“-Doutor Brown, eu trouxe isso aqui do futuro e agora está apagado.

– É claro que se apagou.

– O que isso quer dizer?

– Significa que o seu futuro ainda não foi escrito, não existe, seu futuro é o que você quiser fazer. Portanto faça-o bem.”

Ficha técnica:

  • Ano de lançamento: 13 de julho de 1990
  • Duração: 1h59min
  • Gênero: aventura
  • Direção e roteiro: Robert Zemeckis e Bob Gale
  • Elenco: Michael J. Fox (Michael J. Fox), Christopher Lloyd (Doc Brown), Mary Steenburgen (Clara Clayton),  Thomas F. Wilson (Buford “Cachorro Louco” Tannen),  entre outros.

Assista ao trailer:

Conteúdo relacionado:

Confira o nosso Especial Viajantes do Tempo

Sobre Marcus Alencar

Avatar
Apresentador do Leituracast, Jornalista, blogueiro e um homem de diversas paixões. Amo quadrinhos, cinema e literatura, mas não necessariamente nessa ordem. Acima de tudo, amo a forma como esses meios de comunicação conseguem produzir obras capazes de nos tirar do lugar-comum e propiciar a reflexão. No caso dos livros, destaco toda a saga de Percy Jackson nas séries de livros do escritor Rick Riordan. Não sei se foi à identificação quase que imediata com o personagem central ou fato de sempre me interessar por mitologia grega, mas o importante é que esses livros despertaram de forma mágica meu interesse pela leitura assim como outras grandes obras já fizeram o mesmo comigo em outros períodos e de formas diferentes. Enfim, ler pra mim é uma viagem especial e mágica que sempre farei com muito prazer em qualquer época da minha vida