Capa » Cinema » Adaptações » Cinema | O Incrível Hulk (2008) | Crítica
Cinema | O Incrível Hulk (2008) | Crítica

Cinema | O Incrível Hulk (2008) | Crítica

O Incrível Hulk foi a segunda produção da Marvel Studios e em 2018 completa 10 anos. Mesmo não sendo tão marcante como o filme do seu parceiro vingador merece ser relembrado como parte da Fase 1 do Universo Cinematográfico da Marvel

O Incrível Hulk nada mais é do que a segunda chance do monstro verde da Marvel nos cinemas. E foi no ano de 2008 que chegou o momento de fazer algo diferente.  A nova aventura agora era estrelada por Edward Norton, ator conhecido por filmes como Clube da Luta e A Outra História Americana. Mesmo com essa experiência em papeis dramáticos ele entrega uma atuação dentro do esperado. Por esse motivo, é uma pena que não tenha continuado no projeto conhecido como Iniciativa Vingadores.  

No filme, acompanhamos o cientista Bruce Banner enquanto se esconde no Brasil durante sua busca desesperada pela cura da mutação que o transforma em um monstro incontrolável. Só assim ele poderá novamente levar uma vida normal e ficar ao lado da mulher que ama. Porém, durante este processo, ele tem que lutar contra um novo inimigo que quer capturá-lo, conhecido como “O Abominável”.

Em primeiro lugar, não há dúvidas que o Bruce Banner de O Incrível Hulk está muito bem representado além de ser curiosamente bem parecido com sua versão do Universo Ultimate. O mesmo pode se dizer do Hulk, cada vez mais enfurecido, ágil e violento. Todas as suas cenas são bem elaboradas e de tirar o fôlego. 

É interessante notar que a tensão criada entre Hulk e o Abominável se mostra de forma bem objetiva. Afinal de contas, é um filme de ação em sua essência diferente da adaptação anterior do personagem no filme de 2003 com o ator Eric Bana no papel principal. Enquanto aquele filme tinha um foco maior na origem e, particularmente no drama psicológico que envolve o mostro, esse segundo já busca um equilíbrio maior entre ação e drama. 

Infelizmente, O Incrível Hulk sofreu com muitos problemas devido a conflitos entre o protagonista e os estúdios da Marvel. O ator Edward Norton queria um filme focado no conflito entre Banner e o Hulk enquanto o estúdio, juntamente com o diretor, buscava algo menos “cerebral“. No resultado final, temos um filme interessante porém pouco marcante se comparado com Homem de Ferro que estreou no mesmo ano. 

Ficha Técnica:

  • Data de lançamento: 13 de junho de 2008
  • Duração: 2h e 6 min
  • Direção: Louis Leterrier
  • Gênero: ação, aventura, ficção científica, filmes de super-heróis
  • Elenco:  Edward Norton, Liv Tyler, Tim Roth, e William Hurt.

Leia mais sobre a Fase 1 do Universo Cinematográfico da Marvel

Assista o trailer:

Sobre Marcus Alencar

Apresentador do Leituracast, Jornalista, blogueiro e um homem de diversas paixões. Amo quadrinhos, cinema e literatura, mas não necessariamente nessa ordem. Acima de tudo, amo a forma como esses meios de comunicação conseguem produzir obras capazes de nos tirar do lugar-comum e propiciar a reflexão. No caso dos livros, destaco toda a saga de Percy Jackson nas séries de livros do escritor Rick Riordan. Não sei se foi à identificação quase que imediata com o personagem central ou fato de sempre me interessar por mitologia grega, mas o importante é que esses livros despertaram de forma mágica meu interesse pela leitura assim como outras grandes obras já fizeram o mesmo comigo em outros períodos e de formas diferentes. Enfim, ler pra mim é uma viagem especial e mágica que sempre farei com muito prazer em qualquer época da minha vida